Seu vendedor precisa se ligar no cliente

Já mencionei em outras oportunidades que é preciso haver uma boa conexão entre empreendedores e clientes. E também entre empreendedores e empregados. Assim, o negócio flui melhor. Essa conexão entre empregador e cliente ocorre, muitas vezes, através do empregado, aquele que está na linha de frente do atendimento. Como é o caso de um vendedor, por exemplo. Se esse funcionário conhece bem o empreendimento ou produto que oferece, está ciente das necessidades do cliente e, principalmente, tem treinamento para lidar com o processo de venda, dificilmente haverá problemas. Agora, quando há algum tipo de falha nessa ligação e se isso é constante, não só a venda é comprometida como pode ser o início do fim de sua marca ou negócio. Esse curto-circuito na relação vendedor e cliente detona um mau atendimento, sinal significativo de problema sério. Olha só o tamanho do estrago: uma pesquisa da American Express, empresa americana de serviços financeiros, mostrou que 60% dos consumidores desistem de uma compra certa por conta do mau atendimento. E 66% trocam de fornecedor pelo mesmo motivo, segundo dados da Accenture, companhia global de consultoria de gestão. Já um levantamento feito pela Hibou, empresa de monitoramento de mercado e consumo, revelou que o bom atendimento é o atributo mais importante na hora da compra para 94% dos consumidores, só perdendo para a qualidade do produto (98%). Como você, empreendedor, pode corrigir essa monumental falha? Simples: investindo no processo de seleção de bons vendedores e treinando bem o pessoal escolhido.

Luiza Castanho, criadora da Maior Comunidade de Academias High Ticket
EnglishPortugueseSpanish